Moro e Lava Jato preocupados com depoimento de Tacla Durán marcado para amanhã na Câmara

0

advogado e ex-consultor Rodrigo Tacla Duran, que realizou serviços como advogado da Odebrecht e que seria testemunha de defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, será ouvido por meio de videoconferência, nesta terça-feira (5), às 10h, pela Comissão de Direitos Humanos e Minorias, na Câmara dos Deputados.




A defesa do ex-presidente Lula solicitou que Duran prestasse depoimento sobre suposta falsidade de documentos por parte da Odebrecht, no âmbito da operação Lava Jato. O Ministério Público Federal (MPF) quer que o Superior Tribunal de Justiça (STJ) rejeite o pedido.
Em depoimento à Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) da JBS, no ano passado, Durán questionou provas usadas pelo MPF para embasar denúncias feitas pela Lava Jato e disse que há direcionamento de delações contra determinados alvos.




Segundo informações a turma da Lava Jato se encontra apreensiva com o depoimento do advogado direto de Madrid na Espanha, que promete narrar os fatos com absoluta transparência e isso pode colocar em jogo o trabalho realizado até agora por Moro e seus comandados, já que um advogado amigo do juiz de Curitiba estaria envolvido até o pescoço com atos de corrupção e tudo seria do conhecimento do magistrado e do Ministério Público Federal.
Portal Click Política

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.