ACABOU COM A PETROBRÁS: Parente teria vendido por R$ 5 bilhões ações da estatal que valem R$ 150 bilhões

0

Fernando Siqueira, presidente do Conselho Fiscal da Petros revela que a gestão de Pedro Parente à frente da Petrobras resultou em prejuízos graves à estatal e ao Brasil; “Um deles, a venda dos ativos, de 36% de suas ações na bolsa de Nova York. Segundo nossos cálculos da AEPET, elas valiam 150 bilhões, e foram vendidas por 5 bilhões de dólares”, afirma.

Em sua coluna no Jornal do Brasil, Hildegard Angel revela o que Fernando Siqueira, presidente do Conselho Fiscal da Petros conta do ex-presidente da Petrobrás: “Pedro Parente foi conselheiro da Petrobrás de 1999 a 2002, nesse período assumiu a presidência do Conselho de Administração, que é o órgão máximo da empresa.

Nessa gestão dele aconteceram prejuízos imensos…Um deles, a venda dos ativos, de 36% de suas ações na bolsa de Nova York.

Segundo nossos cálculos da AEPET, elas valiam 150 bilhões, e foram vendidas por 5 bilhões de dólares. Com grandes prejuízos que a Nação levou, a Petrobrás e, em consequência, o próprio povo brasileiro”.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.