Nome de Lula constava de lista criada pelo MP para incriminá-lo sem prova, denuncia Tacla Duran; SAIBA!

0





O advogado Tacla Duran que prestou depoimento nesta terça-feira (5) na Comissão de Direitos Humanos da Câmara dos deputados, denunciou que antes de sair do Brasil, tentaram lhe induzir a denunciar, vários Políticos na Operação Lava Jato em uma delação que o mesmo deveria fazer ao juiz Sérgio Moro em Curitiba depois de receber orientação do Ministério Público.




Duran afirmou que era uma relação com vários nomes de políticos e que o mesmo teria que denunciar todos eles. Duran disse que o nome do ex-presidente Lula se apresentava como um dos primeiro na lista do MPF. Ao se recusar de fazer delações sem provas, o advogado passou a ser perseguido duramente pela Lava Jato, com ameaças de criminalização de sua pessoas de sua família, alfinetou.

Portal Click Política.



Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.