Excesso de remédios é flagrado em cela de Geddel e juatiça recomenda perícia; CONFIRA!

0

m decisão do dia 5 de junho, a juíza Leila Cury determinou que o ex-ministro Geddel Vieira Lima, preso na Papuda desde o ano passado, passe por perícia no Instituto Médico Legal (IML).

A ordem foi dada após a vigilância da penitenciária encontrar, na cela dele, diversos medicamentos: Nexium 40mg (65 comprimidos); Diazepam 5mg (8 comprimidos); Valium 10mg (4 comprimidos); Hermitartarato de Zolpidem 10 mg (2 comprimidos); Lexapro 10 mg (46 comprimidos); Lexapro 20mg (18 comprimidos); Cewin 500mg (13 comprimidos); Oxalato de escitalopram 20mg (29 comprimidos); Carbamazepina 200mg (10 comprimidos); Tylenol (4 comprimidos); Iboprufeno (7 comprimidos); e uma pomada Trafic.

“O ilustre perito signatário do laudo e seu aditamento afirmou que ‘se todas essas substâncias forem ingeridas em sua totalidade, poderão causar a morte do periciando'”, escreveu a magistrado, em sua decisão.

Continua depois da Publicidade

Além disso, segundo ela, os exames foram solicitados porque Geddel está se “portando de maneira estranha, em razão de o mesmo estar sob efeito de alguns remédios”. As informações são do blog da Andreia Sadi, no portal G1.

Portal Click POlítica.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.