Decisão inédita de Temer de efetiva militar no comando da Defesa causa uma certa perplexidade; SAIBA!

0

presidente Michel Temer não seguiu recomendação de assessores e auxiliares e efetivou nesta quarta-feira (13) para o comando do Ministério da Defesa o general do Exército Joaquim Silva e Luna.

Com a decisão, é a primeira vez desde que a pasta foi criada, em 1999, que um militar ocupa o posto. Desde fevereiro, o general desempenhava a função de maneira interina, já que a intenção do presidente era encontrar um civil para o cargo. Com dificuldades de achar um nome, contudo, ele optou por uma solução caseira.

Em fevereiro, o ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun, chegou a afirmar que a pasta é “típica de um civil”. Em evento na mesma época, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso disse que colocar um civil à frente da estrutura era, no passado, símbolo de qual poder prevalece.

Segundo nos meios políticos a decisão do presidente Michel Temer com relação a essa atitude vem causando certas especulações.

Portal Click Política com Notícia Ao Minuto

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.