URGENTE: TEMER RECEBE NO PLANALTO HOMEM APONTADO COMO CHEFE DA MÁFIA CHINESA NO BRASIL

0

Por Pedro Zambarda do DCM

O presidente Michel Temer sancionou nesta terça-feira (26) uma lei aprovada pelo Congresso que estabelece o dia 15 de agosto como o Dia Nacional da Imigração Chinesa no Brasil. Na cerimônia, Temer recebeu o deputado Fausto Pinato, do PP de São Paulo, que apresentou o projeto, e um convidado muito especial.

Ele tirou fotos com um homem chamado Mário Yê Sui Yong. Para quem não o conhece, um resumo: comanda de São Paulo os braços do esquema criminoso que alimenta o comércio do contrabando e a venda de produtos falsificados no Brasil (pirataria).

Trecho da reportagem especial do jornal Metrópoles, que mostrou como age a Máfia Chinesa no Brasil
A face mais popular dos negócios de Mário Yê, conhecido pelo apelido de “Cabeça do Dragão”, está no comércio ilegal da Rua 25 de Março e a Feira da Madrugada.

O site Metrópoles, do Distrito Federal, fez uma grande reportagem sobre a máfia da “Feira dos Importados” em 2015. Um trecho mostra o poder de influência de Mário Yê Sui Yong:

“Dentro de um ônibus fretado, a reportagem do Metrópoles fez o perigoso trajeto dos sacoleiros até o principal polo de pirataria no Brasil: o Centro de São Paulo, onde estão a Rua 25 de Março e a Feira da Madrugada. Na ida, os viajantes percorrem os 1.008 quilômetros até a capital paulista com medo de quadrilhas especializadas em roubos nas rodovias. Na volta, ainda convivem com o receio de serem flagrados pelos agentes da Receita Federal. Na tentativa de diminuir os riscos, o valor da passagem inclui o pagamento extra de R$ 10 para policiais militares de Goiás, que fazem a escolta armada.

A reportagem especial cita nominalmente Mário Yê:

“O general do exército chinês da pirataria está a 1 mil quilômetros do DF e atende pelo nome de Mário Yê Sui Yong. Baseado em São Paulo, o oriental comanda, em todo o Brasil, os braços do esquema criminoso que alimenta o comércio do contrabando e a venda de produtos falsificados no Brasil.”

A excursão sai sempre aos domingos e às quartas-feiras. Na concentração, em um posto de combustíveis no centro de Taguatinga, os passageiros recebem o número da poltrona e começam a se acomodar. A bagagem é pequena, já que a viagem dura 24 horas. O ônibus semi leito de cor azul, com 54 lugares, percorre a BR-040, que liga Brasília ao sudeste do país. Entre o Recanto das Emas e Valparaíso (GO), faz diversas paradas para pegar passageiros. A partir dali, o ônibus se une a uma caravana com outros três veículos, repletos de moradores da região de Goiás. Uma dupla de policiais à paisana faz a escolta em um carro particular. Um deles é apontado como integrante do Batalhão de Choque de Luziânia e outro, do batalhão de Água Fria em Goiás”.

Segundo os representantes da comunidade, o dia 15 de agosto foi escolhido em referência ao dia oficial da chegada de chineses ao Brasil, em 1900, quando um grupo formado por 107 pessoas desembarcou no Rio de Janeiro, vindo de Lisboa. Michel Temer ressaltou que a China foi o primeiro país que ele visitou assim que assumiu o cargo de presidente.

O Estadão e outros veículos da grande mídia noticiaram o evento que envolveu o titular da presidência da República com representantes chineses, afirmando que até a própria Embaixada da China estava presente na cerimônia. Ninguém ressaltou o cumprimento de Temer com o líder da máfia chinesa.

As imagens de Mário Yê Sui Yong com Michel Temer foram enviadas ao DCM por uma fonte que pediu anonimato por razões óbvias.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.