Obrador vence eleições no México com apoio de Lula e Dilma e renovam-se as esperanças nas esquerdas; SAIBA!

0

Com apenas 13% dos votos apurados, os demais candidatos baseados nas parciais e no levantamento de boca de urna, já reconhecem a derrota. Lopez Obrador vem oscilando entre 50% e 51% e pode terminar com mais. Os levantamentos de boca de urna apontam para 49% dos votos.

Obrador é a primeira vez que a esquerda nacionalista chega ao poder no México, por isso é comparado a Lula, sendo comumente chamado de “Lula mexicano” e representa uma possível virada histórica no país.

Na história do México, marcada por diversas interferências dos EUA, muitas vezes provocando a divisão radical do país e outras vezes tirando proveito de uma sociedade profundamente rachada, é a primeira vez que um governo nacionalista e popular chega ao poder pela via eleitoral.

Continua depois da Publicidade

Com uma economia e estrutura social de exploração muito parecida com o Brasil, a chegada de Obrador à presidência é um marco similar à chegada do ex-presidente Lula, em 2003, ao poder. Trata-se de uma vitória anti-americana, no sentido de dominação economicamente imperial.

Um dos principais responsáveis por esse vitória civilizacional do México é Donald Trump, que uniu o povo em torno do pensamento nacionalista anti-americana. O maior símbolo desse pensamento foi a promessa de construção do muro na fronteira México/EUA, totalmente pago pelo governo mexicano.

A ex-presidente Dilma Rousseff assumiu abertamente o apoio a Obreiro, juntamente com ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.