EUGÊNIO ARAGÃO: Lula acompanhava tudo pela TV e não acreditava em liberdade por conta da perseguição de Moro

0

“Ele está sereno. Pela postura que a justiça e a mídia tem adotado, ele já sabia que isso era praticamente inviável”. Foi assim que o ex-ministro da justiça Eugênio Aragão descreveu, em entrevista exclusiva ao Justificando, o estado do espírito de Luiz Inácio Lula da Silva, após os episódios do último domingo, dia 8 de junho.

A conversa com o Justificando aconteceu logo após a visita de Aragão à Superintendência da Polícia Federal, onde se reuniu com Lula. O ex-ministro recuperou os fatos ocorridos durante o domingo, e classificou como “coisa de moleque” a atuação do relator do processo de Lula no TRF-4, Pedro Gebran Neto, do juiz Sérgio Moro e do presidente do TRF-4 Carlos Eduardo Thompson Flores.

Ao contrário do ex-presidente, Aragão não demonstrou calma durante a entrevista, e teceu duras críticas aos juízes que, para ele, intervieram indevidamente no caso, tornando claro as práticas de “lawfare” contra Lula.

Portal Click Político com conteúdo da Carta Capital.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.