ESCULHAMBAÇÃO: Ministra do STJ que criticou Favreto, defendeu Moro e soltou “estuprador poderoso” negou liberdade para mãe pobre lactante

0

CLICK POLÍTICA – A Ministra Laurita Vaz do STJ que criticou o desembargador Rogério Favreto e os advogados do ex-presidente Lula ao negar o HC do petista nesta terça-feira (10) negou em Fevereiro durante o recesso do Judiciário, um pedido para que uma lactante respondesse a processo em casa.

A mulher, cujo filho mais novo tinha apenas um mês de idade, era ré primária e foi presa por portar 8,5 gramas de maconha. Na decisão, Laurita afirmou que a mãe não conseguiu comprovar ser imprescindível para seus cinco filhos.

Laurita Vaz causou indignação com a decisão considerada desumana contra uma mãe de família pobre.

Continua depois da Publicidade

Porém, a magistrada foi bastante cortês com o milionário médico Roger Abdelmassih, acusado de ter cometido quase 30 estupros.

Ela concedeu prisão domiciliar para o poderoso médico que esta foragido no exterior, mas foi preso numa ação da Polícia Federal em parceria com autoridades de outros países tempos atrás.

O judiciário partidário cada vez mais desacreditado e desmoralizado.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.