Colunista do Globo sobre decisão de Lebbos: “forçar a mão com Lula reforça discurso que estaria preso pela eleição”

0

A Coluna de Bernardo Mello Franco no Globo critica decisão da juíza Carolina Lebbos de conceder liberdade ao ex-presidente Lula por ele ser pré-candidato presidencial e diz que estão “fabricando um mártir”. O jornalista diz que o veto da juíza foi acertado e que ele deve cumprir pena em regime fechado. “A lei só permite a saída temporária em situações especiais, como morte ou doença grave de parente”.

Mello Franco então desenvolve suas críticas mais agudas. “O problema está em outros trechos da decisão. Lebbos negou autorização para que Lula concedesse entrevistas sem sair da cadeia. Ela rejeitou pedidos feitos por duas emissoras de TV, dois portais e um jornal que pretendiam sabatiná-lo como pré-candidato a presidente. A juíza considerou que não haveria ‘utilidade’ no pedido porque o petista está inelegível. Numa democracia, quem deve avaliar a utilidade de entrevistas são os veículos de comunicação. Além disso, as decisões sobre registro de candidaturas cabem à Justiça Eleitoral. Tudo indica que Lula será barrado pela Lei da Ficha Limpa, mas a magistrada não tem poder para se antecipar ao TSE”. E continua: “Lebbos também alegou que a realização de entrevistas colocaria em risco ‘a preservação da segurança e da estabilidade do ambiente carcerário’. Aqui o exagero salta aos olhos. Réus perigosos como Fernandinho Beira-Mar, Marcinho VP e Suzane von Richthofen já receberam equipes de televisão na cadeia”.

“Forçar a mão com Lula reforça o discurso petista de que ele seria vítima de um complô e estaria preso por causa da eleição. Não há motivo para que o ex-presidente receba regalias, mas também não é correto que as regras e os ritos sejam mais duros para ele. A juíza Lebbos já havia avançado o sinal ao proibir que o petista recebesse visitas de amigos, um direito expressamente garantido pela Lei de Execução Penal”, conclui o colunista.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.