SONHANDO ALTO: Alckmin afirma que irá para o segundo turno com PT de Lula; SAIBA!

0

Três dias antes de o centrão chancelar o apoio a seu nome na disputa pelo Palácio do Planalto, Geraldo Alckmin (PSDB) fez o cálculo político mais importante de sua pré-campanha: como de costume, resolveu esperar.

Desistiu de um encontro que estava marcado para a segunda-feira (16) com Álvaro Dias (Podemos), que também concorre à sucessão de Michel Temer. Na conversa reservada, ofereceria ao ex-colega de partido a vaga de vice na sua chapa à Presidência.

Avaliou, porém, que o movimento -inicialmente programado para evitar um possível isolamento partidário- poderia romper de vez suas pontes com o chamado centrão.

Naquele momento, o grupo formado por DEM, PP, PRB, PR e Solidariedade ainda estava dividido entre avalizar Alckmin ou apoiar Ciro Gomes (PDT), em uma jogada que levaria o bloco a um campo pouco vivenciado por ele: a esquerda.

A habitual paciência do ex-governador de São Paulo, atrelada a conversas individuais que teve com dirigentes do grupo no início da semana, surtiram efeito. Na tarde de quinta-feira (19), o centrão decidiu fechar acordo com o tucano.

Geraldo Alckmin disse que segundo as projeções, o mesmo irá pra o segundo turno com PT do campeão nas pesquisas Lula, pré-candidato do Partido dos Trabalhadores a presidência da República.

O imprevisível é saber se Alckmin tem fôlego para enfrenta Lula até as eleições.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.