BOMBA: Justiça de Curitiba é acusada de escravizar o ex-presidente Lula para evitar que ele seja candidato

0

CLICK POLÍTICA – O ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva pré-candidato a presidente da República pelo o PT, que se encontra preso na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba, depois de ser condenado sem provas que já foi considerado preso político através das Nações Unidas e denunciado no Congresso Nacional de ser vítima de um sequestro, mais recentemente recebeu uma nova denominação por conta do seu estado de exceção.

Juristas nacionais e internacionais, afirma que o e-presidente vive em um estado de escravidão literalmente, imposto ao mesmo pela a Operação Lava Jato, que continua segundo os mesmos e centenas de internautas, trabalhando para as elites brasileiras, com o objetivo de impedir que Lula participe da campanha e fique definitivamente fora do processo eleitora de 2018.

Lula vive um verdadeiro estado de escravidão, preso na senzala de Curitiba por determinação da casa grande e a cúpula do judiciário Brasileiro, observa essa prática criminosa, de braços cruzados, o que é preocupante, comentam os mesmos

A verdade, é que Lula se encontra “amarrado” no tronco, pressionado para se agachar aos coronéis de plantão como no tempo da escravidão, até que desista definitivamente de suas ideias progressistas, socialista e revolucionárias, com o objetivo de salvar o país.

A pergunta que não cala nas redes sociais: O Brasil vai assistir toda essa injustiça de braços cruzados?

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.