EM CONVENÇÃO: Senador Renan Calheiros reafirma em discurso, apoio ao ex-presidente Lula nas próximas eleições

0

Renan Filho participou, neste domingo (29), da convenção estadual do Partido dos Trabalhadores, realizada no Clube Fênix, em Maceió. O governador, que é candidato à reeleição, confirmou a aliança com o PT para as eleições de outubro e durante seu discurso defendeu a candidatura do ex-presidente Lula à presidência.

O governador foi muito aplaudido por centenas de petistas presentes á convenção ao dizer que votará em Lula “ou em quem ele indicar” para a presidência.

Renan Filho chegou à convenção acompanhado de seu pais, o senador Renan Calheiros (MDB), também candidato à reeleição.

O senador mais uma vez disse que Lula foi condenado e preso sem provas e, alinhado com o governador disse que também vai votar no candidato do PT a presidência, seja quem for. “Meu voto será do Lula ou de outro nome indicado por ele”.

A convenção, além de ratificar a coligação na majoritária com Renan Filho e Renan Calheiros, marcou o lançamento da candidatura de Paulão a deputado federal.

O PT também lançou mais 30 nomes para deputado estadual, sendo 21 homens e 9 mulheres e aprovou coligação de deputado estadual com o PV, que terá 12 candidatos e o PCdoB, que apresentará 8 candidatos.

“Esperamos lançar uma chapa completa de deputado estadual, com 27 homens e 17 mulheres”, diz o presidente do PT em Alagoas, Ricardo Barbosa, acrescentando que a perspectiva, hoje, é conquistar duas vagas: “em política nem sempre dois mais dois é quatro, mas nós estamos contando com a eleição de dois deputados”.

Na coligação de federal, a definição será tomada até o próximo dia 5: “o Paulão será nosso único candidato e terá o apoio de todos os estaduais do PT, PV e PCdoB. A tendência hoje é que o grupo do governador Renan Filho se divida em duas chapas, uma para disputar de uma a duas vagas e a outra de 4 a 5 vagas. O Paulão deve compor nessa chapa que disputará um número maior de vagas”, aponta Barbosa.

Segundo voto para o Senado

O segundo voto para o Senado ainda não foi definido. A convenção deixou em aberto, para decisão da executiva estadual, essa escolha, além do nome do vice de Renan Filho e da coligação de federal. “Vamos definir estas questões até 5 de agosto. Quanto ao segundo voto para o Senado, vamos avaliar a possibilidade de apoiar o Maurício Quintella (PR), em função da participação dele na coligação do governador Renan Filho. Mas essa é uma questão que está aberta e depende de uma conversa com ele”, aponta Barbosa.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.