NA PARAÍBA: Em convenção histórica, 14 mil pessoas cantam “Lula lá”; SAIBA!

0

O governador Ricardo Coutinho incendiou a convenção de lançamento das candidaturas de João Azevedo/Ligia, Vené e Luiz Couto ao condenar a prisão sem provas levando 12 mil pessoas a entoar “Lulalá”. Mas, também mexeu com a militância ao afirmar que a Paraiba não quer o atraso em torno de 4 familias.

– Não vamos permitir o atraso de um que quer outro para governador, ainda outro indicando a esposa para vice, dois outros indicando parentes para Senado ou deputado – afirmou o governandor referindo-se a Luciano Cartaxo, Romero Rodrigues, Cassio Cunha Lima e Aguinaldo Ribeiro.

– A Paraiba é do povo e não de quatro familias – declarou.

Ricardo não mencionou o nome mas o discurso duro teve endereço a Cássio Cunha Lima:

– Tem senador na disputa que para ser sincero não merece o voto de nenhum paraibano por ter se consolidado, entre outras coisas contra a democracia – afirmou.

E disse mais: “ Se especializou em trabalhar para tirar dinheiro da Paraiba, mas com muito trabalho e gestao demos a volta por cima fazendo mais do que essa gente, que nada fez pelo Estado nem por Campina”

CRITICA A LUCIANO

O governador afirmou que em João Pessoa “há mais de seis anos que pelejam para concluir uma pontezinha e não conseguem sequer resolver a mobilidade urbana – declarou.

– O dinheiro encurtou para isso mas engordou a folha dw pessoal – afirmou soltando uma indireta:

– Tem gente que recuou com medo de levar uma pisa e ai opta por pessoa desqualificada para comandar o Estado – repetiu.

Por fim, ao defender o voto fechado na chapa completa, o governador levou o Forrock ao delirio ao condenar a prisão sem provas de Lula condenando o juiz Sergio Moro de não respeitar a decisão de Lula estando fora do Pais e de férias.

CLICK POLÍTICA com informações de Wscom

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.