CADÊ A DODGE? Filha de Serra recebeu quase 400 mil reais de lobista, diz Folha de São Paulo

0

Veronica Allende Serra, filha do senador José Serra (PSDB-SP), um dos principais articuladores do golpe de 2016 e autor do projeto de entrega do pré-sal às grandes petroleiras internacionais, é uma das administradoras de uma conta na Suíça, que recebeu 400 mil euros, o equivalente hoje a R$ 1,78 milhão. A revelação foi feita em reportagem de Daniel Carvalho e Mario Cesar Carvalho, publicada na Folha de S. Paulo.

O dinheiro foi depositado por uma empresa offshore que tem entre seus procuradores um lobista da Alstom, José Amaro Pinto Ramos. A multinacional francesa está envolvida em uma série de processos relacionados ao Metrô de São Paulo. “O primeiro depósito na conta, segundo a documentação, ocorreu em dezembro de 2006, logo depois de Serra ter vencido as eleições para o governo de São Paulo. Uma conta aberta no Arner Bank, em Lugano, recebeu 250 mil euros. Em fevereiro, mais 150 mil foram depositados nesta mesma conta. A conta administrada pela filha de Serra foi aberta em nome de uma empresa no Panamá, a Dormunt International Inc. Suíça e Panamá são usados para esconder recursos ilícitos porque tinham, à época, uma legislação que dificultava saber quem são os verdadeiros donos do dinheiro”, informam os jornalistas.

Verônica Serra e o lobista da Alstom decidiram não comentar o caso.

CLICK POLÍTICA com informações de brasil247

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.