Lula lamenta a morte de Kofi Annan, “será lembrado por sua jornada pela paz”

0

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, do cárcere, em Curitiba, disse neste sábado (18) lamentar a morte do ex-secretário-geral da ONU, Kofi Annan, aos 80 anos.

“O mundo perdeu Kofi Annan. Tive a felicidade de ser presidente durante seu mandato e testemunhei sua dedicação para a harmonia entre os povos. Minha solidariedade especialmente ao povo africano pela triste perda de um líder inspirador, que será lembrado por sua jornada pela paz”, lamentou o petista.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.