Articulador do golpe e com apê em Paris, segundo ex-amante, FHC ataca Lula

0

Um dos principais artífices do golpe parlamentar de 2016, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB), disse, por meio de um artigo publicado no jornal inglês Financial Times, que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, – que mesmo estando preso em Curitiba lidera todas as pesquisas de intenção de voto na disputa presidencial – retrata o Brasil como “uma democracia em ruínas”. O artigo de FHC foi uma resposta ao artigo de Lula publicado na semana passada pelo The New York Times, no qual ele afirmava ser vítima de um golpe da direita para impedi-lo de disputar as eleições de outubro.

No texto, FHC ressalta não ser verdade que a legislação brasileira foi empregada arbitrariamente para prender e inviabilizar a sua candidatura ao Planalto, além de criminalizar o PT. O tucano, que antecedeu Lula na Presidência da República, diz que “também não é verdade, como Lula afirma, que o Brasil não tinha direção antes de ele assumir a Presidência, em 2003. É preciso lembrar que a estabilização depois de anos de hiperinflação começou com o Plano Real, lançado pelo ex-presidente Itamar Franco, e continuou no meu governo. Esse também foi um período marcado pelo estabelecimento de programas de bem-estar social que Lula posteriormente iria expandir”.

Para FHC, Lula possui “uma versão peculiar das últimas décadas da história do Brasil, na qual ele, às vezes, aparece como o salvador do povo e, às vezes, como vítima de uma conspiração da “elite””. No final do artigo, ele diz que o caso da prisão de Lula não é único, uma vez que políticos de diversos partidos estão na prisão. “É uma grave distorção da realidade, no entanto, dizer que há uma campanha direcionada no Brasil para perseguir indivíduos específicos. Meu país merece mais respeito”, finaliza.

CLICK POLÍTICA com informações de brasil247

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.