DATAFOLHA: SE BARRAREM LULA, HADDAD PODE TER DE 31% A 49%

0

A pesquisa Datafolha desta quarta-feira fez uma pegadinha contra o ex-prefeito Fernando Haddad: lançou seu nome, sem dizer que seria o candidato de Lula; no entanto, o mesmo levantamento aponta que 31% dos brasileiros votam, com certeza, em quem Lula indicar e que 18% podem seguir o líder petista. A conclusão é óbvio: Haddad, como candidato indicado por Lula, pode chegar a até 49% dos votos.

Se a vitória de Lula no primeiro turno por maioria absoluta é provável, a de Haddad também passa a ser, a partir desta pesquisa do DataFolha. Se não conseguir, será quase certamente o primeiro colocado no primeiro turno, como tem afirmado o diretor do Instituto Vox Populi (aqui).

O instituto da Folha de S.Paulo apresentou num quadro o cenário de potencial transferência de votos de Lula com um título quase anedótico (veja abaixo). “Quase a metade dos eleitores diz que não votaria no candidato do ex-presidente”, está no título. O que ele tenta esconder? O fato de que a metade dos eleitores tende a votar no candidato de Lula.

A pesquisa, publicada no jornal Folha de S. Paulo, fez uma simulação com o nome do ex-prefeito Fernando Haddad (PT) na corrida presidencial. Haddad é candidato a vice-presidente na chapa encabeçada por Lula e pode herdar a candidatura caso o TSE desrespeite a diretriz internacional da ONU, que determinou judicialmente que a candidatura de Lula seja assegurada de todos os seus direitos, mesmo Lula estando preso.

A metodologia do Instituto é falha em simular o nome de Haddad de maneira “solta” e independente em suas aferições. Ainda assim, Haddad apareceu com 4% das intenções de voto.

O Datafolha, no entanto, é pego por sua própria precipitação e leitura enviesada do cenário: o instituto mostra que 31% dos eleitores votariam com certeza no candidato que Lula indicar e que 18% podem votar nesse candidato ungido pelo ex-presidente.

Isso daria a Haddad 49% dos votos em uma consideração prévia, que ainda demandaria algumas análises transversais.

A pesquisa Datafolha, portanto – e embora tente esconder esse fato –, aponta para uma vitória expressiva do PT em quaisquer que sejam os cenários estabelecidos.

CLICK POLÍTICA com informações de brasil247

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.