FUNARO: CUNHA PAGOU PROPINA A TEMER DESDE 2003, MAS CONTINUA IMPUNE

0

Em novo depoimento à Polícia Federal, o corretor financeiro Lúcio Funaro, apontado como operador do MDB, afirmou que o ex-deputado Eduardo Cunha fazia repasses de propina a Michel Temer desde 2003.

Funaro prestou depoimento no âmbito do inquérito sobre o decreto dos Portos, pelo qual Temer é investigado de receber propina para beneficiar empresas do setor portuário.

Segundo a jornalista Bela Megale, do jornal O Globo, Funaro acrescentou novos detalhes além das informações prestadas em sua delação premiada, fornecendo uma cifra inédita aos investigadores: o delator identificou que Altair Alves Pinto, apontado como transportador de dinheiro de Eduardo Cunha, retirou ao menos R$ 90 milhões em espécie do seu escritório.

“Dentre esses pagamentos o depoente pode afirmar com certeza que alguns destes valores ilícitos tiveram como destino direto o presidente Michel Temer”, disse no depoimento.

CLICK POLÍTICA com informações de brasil247

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.