Ciro sobre críticas à proposta do SPC: ‘Tudo que é para pobre, botam defeito’

0

Do Globo

O candidato do PDT à Presidência, Ciro Gomes, disse na manhã deste domingo que quem critica sua proposta de tirar 63 milhões de brasileiros da lista de inadimplência do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC) tem “horror ao povo”. Durante visita a uma feira livre em Itaquera, Zona Leste de São Paulo, o presidenciável criticou o presidente Michel Temer, ao afirmar que não aceitaria apoio do MDB “nem a pau” e prometeu “quebrar pesadamente” o cartel dos bancos, aumentando a competição entre eles, caso seja eleito.

— Tudo que é para pobre no Brasil, botam defeito — disse Ciro, após explicar como funcionaria a sua proposta, a que chamou de “Nome Limpo”. — O Brasil dispensou mais de $ 300 bilhões de rico naquilo que se chama Refis, que é basicamente refinanciamento das dívidas dos contribuintes empresariais com o governo.

Segundo o candidato, o governo buscaria junto aos bancos e operadores de cartão de crédito descontos de multas e taxas das dívidas de 63 milhões, nos moldes do que já acontece em feirões da Serasa. Pelas contas da equipe de Ciro, é possível reduzir a dívida média em 80%, o que a baixaria para cerca de R$ 1,2 mil. Esse valor seria financiado por bancos públicos em até 36 vezes.

— Não se trata de dar dinheiro, trata-se de refinanciar depois de um grande desconto ajudado pelo governo federal.

(…)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.