Cristina Kirchner denuncia presença de substância tóxica em sua casa após revista judicial; SAIBA!

Revista Fórum: Carlos Beraldi, advogado da ex-presidente da Argentina, Cristina Kirchner, denunciou que, logo após as revistas judiciais na casa da ex-presidente, na última quinta-feira (23) surgiu um suposto “contato tóxico” no endereço que fica na cidade de Buenos Aires.

Por meio de um comunicado publicado no site oficial do atual senador, Beraldi descreveu isso como “um fato de extraordinária gravidade”.

O advogado disse que “o pessoal envolvido nas tarefas domésticas do endereço, entrou no imóvel no mesmo dia das revistas, sábado (25)”, junto com outras duas pessoas.

“Uma vez dentro do apartamento, quando eles estavam tirando as roupas e limpando as prateleiras no quarto, se sentiram tontos, com coceira forte na garganta, olhos e dificuldades respiratórias”, acrescentou.

Segundo o texto, os sintomas persistiram até domingo, quando foram ao hospital para serem tratados. “Após a realização do atendimento, verificou-se que os sintomas surgiram a partir de um contato com alguma substância tóxica que os médicos recomendaram evitar, por todos os meios, através de uma nova exposição ao mesmo ambiente”, disse o advogado acrescentando que a sua cliente não voltou mais ao imóvel.

Esta denúncia foi acompanhada de outra que já havia sido levantada em 23 de agosto, quando a busca começou. “Eu fui impedido de acompanhar a revista como advogado de defesa”, lembrou Beraldi, alegando que isto foi uma violação à Constituição.

Comentários estão fechados.