EM ENTREVISTA: Meirelles propõe renegociação de dívidas de pessoas físicas; ENTENDA! ​ ​

Da Agência Brasil.

O candidato do MDB à Presidência da República, Henrique Meirelles, propôs criar um programa de renegociação de dívidas para as pessoas físicas, como já foi feito para as empresas. Ele não detalhou sua proposta, mas se disse comprometido com a diminuição dos juros e aumento do crédito para que as pessoas possam sair da “bola de neve” das dívidas. Para isso, defendeu o candidato, o país deve voltar a crescer e a gerar empregos.

A proposta de Meirelles de socorrer os endividados foi apresentada na entrevista exclusiva concedida aos veículos da Empresa Brasil de Comunicação (EBC), nesta segunda-feira (27). Ele foi o terceiro presidenciável a participar da série de entrevistas, levadas ao ar, às 17h30, com transmissão da TV Brasil, Rádio Nacional, Portal EBC e Agência Brasil.

Participaram da entrevista Roseann Kennedy, mediadora, Luiza Damé, da Agência Brasil, Valter Lima, da Rádio Nacional, e Adalberto Piotto, da TV Brasil.

Dividida em três blocos que somam 45 minutos, foi realizada ao vivo na sede da EBC, em Brasília. O objetivo da série de entrevistas é mostrar à população as propostas e ideias de todos os candidatos, enriquecendo o debate dos grandes temas nacionais.

O ex- ministro da Fazenda disse ter credibilidade, inclusive no exterior, para manter o dólar estável e assegurar investimentos estrangeiros e crescimento econômico. “Uma das consequências é que o dólar cai”, afirmou. Em suas considerações finais, o candidato disse ter dez anos de vida pública e 33 anos de trabalho no setor privado, não tendo nenhum processo. “Portanto, sou candidato ficha limpa”, destacou. “Com o ex-presidente Lula, criamos 10 milhões de empregos. Depois com o presidente Temer, criamos mais 2 milhões de empregos”, afirmou.

Comentários estão fechados.