Gilmar Mendes volta a detonar Bretas após “abuso de autoridade” no Rio

Gilmar Mendes voltou a atacar Marcelo Bretas hoje, durante a sessão da Segunda Turma do STF que decidiu pela soltura de Pedro da Silva, informa O Globo.

Para o ministro do STF, o juiz da Lava Jato no Rio cometeu abuso de autoridade no que ele considerou demora para soltar o empresário Felipe Picciani, filho de Jorge Picciani.

Felipe ficou preso por nove meses. Na semana passada, Bretas o libertou por não ter encontrado, até o momento, elementos de sua participação na organização criminosa da qual o pai é acusado de fazer parte.

“Depois de nove meses, o juiz Bretas descobriu que o sujeito não se chamava Manoel e não morava em Niterói. Não tinha nada com o assunto! Usou a prisão preventiva como elemento de investigação, o que nós não consideramos possível. Nesses casos tem que haver responsabilidade criminal e civil. É abuso de autoridade!”, bradou Gilmar.,

CLICK POLÍTICA com informações de Antagonista

Comentários estão fechados.