Gilmar Mendes admite: Exterior vê Lula como perseguido político

0

O ministro do STF Gilmar Mendes revelou nessa quarta-feira (29) o conteúdo da conversa que teve durante encontro ocorrido cinco dias antes com a comissão da Organização dos Estados Americanos (OEA), que pela primeira vez acompanhará as eleições brasileiras. “Conversei com o pessoal da comissão da OEA, a visão deles é que no exterior colou a ideia de que Lula é um perseguido político”, declarou.

De acordo com o ministro, tal visão é consequência da atuação do Judiciário brasileiro, sobretudo ao tentar impedir que Lula seja candidato sem levar em conta o que manda a lei, sobretudo o princípio fundamental da presunção da inocência. “Não estamos percebendo isso, que estamos tentando interferir demais na política? Será que nós somos tolos? É um quadro realmente sem noção”, concluiu.

O ministro insinuou que só vê uma maneira de restabelecer alguma credibilidade ao Judiciário brasileiro: respeitar o que diz a Constituição e evitar arbitrariedades como a que resultou na prisão política de Lula .“Vamos ler o texto constitucional como ele está. Qualquer outra situação é devaneio e irresponsabilidade”.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.