Alckmin entra com ação para anular pesquisa Datafolha; SAIBA!

0

O candidato a presidente Geraldo Alckmin (PSDB) entrou com ação no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) para tentar censurar a divulgação da próxima pesquisa eleitoral nacional do Datafolha, agendada para ser divulgada no dia 10 de setembro. Os advogados de Alckmin argumentam que a pesquisa não pode ser publicada porque substituiu no questionário o nome de Luiz Inácio Lula da Silva pelo de Fernando Haddad, vice na chapa do PT à Presidência da República.

A reportagem do jornal Folha de S. Paulo destaca o argumento da defesa de Alckmin: “tem-se que ainda não existe pedido de registro de candidatura à Presidência da República pela Coligação Brasil Feliz, sendo certo, ainda, que Fernando Haddad não é candidato ao cargo titular, visto que está registrado como candidato a vice-presidente”.

A matéria ainda destacou a explicação do instituto sobre o cancelamento o da pesquisa anterior: “O Datafolha cancelou registro de pesquisa eleitoral nacional que seria realizada de 4 a 6 de setembro devido à decisão do TSE que rejeitou o registro de candidato de Lula. O registro da pesquisa para presidente da República, de código BR-02553/2018, havia sido feito na sexta-feira (31), antes do término da votação do TSE que vetou a candidatura de Lula, na madrugada de sábado (1º). Como o questionário contemplava cenário com o nome do candidato impedido, o instituto decidiu não aplicá-lo e realizar um novo registro para divulgar os resultados no dia 10.”

CLICK POLÍTICA com informações de brasil247

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.