Fraude e deboche: pesquisa fajuta Globo/Ibope é o maior escândalo da eleição, diz Kotscho

0

“Primeiro, anunciaram a divulgação da nova pesquisa presidencial Globo/Ibope para a noite de terça-feira. Na última hora, porém, ao conhecer os resultados, que não atendiam aos seus interesses, resolveram adiar o anúncio, alegando que precisavam consultar antes o Tribunal Superior Eleitoral”, escreve o jornalista Ricardo Kotscho. “Sem aviso prévio, colocaram no ar, às pressas, na noite de quarta-feira, apenas a pesquisa sem Lula e sem a indicação dos partidos dos candidatos, assim mesmo, a seco, sem maiores explicações”, continua.

De acordo com o jornalista, esse “foi, em resumo, o enredo do maior escândalo desta campanha eleitoral até agora, que fez lembrar o caso do Proconsult, em 1982”. “Naquele ano, para fraudar as eleições para o governo do Rio de Janeiro e impedir a vitória de Leonel Brizola, que acabaria eleito, a Globo manipulou a divulgação da contagem de votos. Em 1989, a mesma emissora fez uma edição do debate entre Lula e Collor, em que só mostrava os melhores momentos do candidato apoiado pela emissora e os piores do petista”, acrescentou.

“Desta vez, porém, a operação foi tão escrachada que cheirou a deboche, a apenas um mês da abertura das urnas, sem a definição do candidato do PT, enquanto Lula recorre aos tribunais superiores e Fernando Haddad ainda é apresentado como candidato a vice na propaganda eleitoral”.

Balaio do Kotscho

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.