Haddad confirma anúncio de candidatura na terça e fala em estratégia arriscada

0

O vice na chapa presidencial do PT, Fernando Haddad, confirmou que o partido anunciará na próxima terça-feira (11) sua candidatura ao Palácio do Planalto caso o Supremo Tribunal Federal (STF) barre a postulação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Haddad confessou que terá pouco tempo para se apresentar ao eleitorado e que a estratégia de substituir a candidatura a menos de um mês da eleição é arriscada.

“Em caso de indeferimento, nos reuniremos na segunda-feira e anunciaremos a decisão na terça”, disse ele em entrevista ao Congresso em Foco e ao canal MyNews. “Há risco nessa estratégia. Somos os primeiros a reconhecer. Mas nada nos imporia mudar essa visão em função de cálculo eleitoral, o que está em jogo é a democracia brasileira”, complementou.

Haddad disse estranhar o comportamento do Judiciário brasileiro em relação a Lula porque as decisões são sempre desfavoráveis ao ex-presidente. “São muito eloquentes os argumentos que estamos levando. Não é coisa de somenos importância, caso contrário não conseguiríamos liminar da ONU endereçada às autoridades brasileiras”, afirmou.

O Comitê de Defesa dos Direitos Humanos da ONU recomendou que o Estado brasileiro garantisse os direitos políticos do ex-presidente Lula, mas o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) entendeu que o País não era obrigado a seguir a posição do colegiado.

“Os dois recursos têm como base, no nosso entendimento, que há uma determinação das Nações Unidas para que Lula tenha seu registro deferido”, ressaltou. “A soberania nacional tem de estar acima de todos os valores”, acrescentou.

Haddad afirmou, ainda, que, como coordenador do programa de governo, pode adiantar que o PT resgatará o melhor “período” da gestão Lula. “Está havendo retrocesso em todas as áreas. As pessoas têm lembrança muito recente sobre os 12 anos do PT”, disse.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.