Justiça partidária agora quer cassar candidatura de Lindbergh

0

A caçada a candidatos do PT continua. Desta vez, o alvo é o senador Lindbergh Farias. A Procuradoria Regional Eleitoral no Rio (PRE-RJ) pediu que o Tribunal Regional Eleitoral (TRE-RJ) suspenda, em caráter liminar, a tramitação do pedido de registro de candidatura do senador , candidato à reeleição, até que a Câmara Municipal de Nova Iguaçu aprecie as contas referentes ao período em que ele era prefeito da cidade.

A reportagem do jornal O Globo, destaca que “em 21 de agosto, a Procuradoria impugnou o registro de Lindbergh. O Ministério Público entende que o senador deve ser enquadrado na Lei da Ficha Limpa porque o Tribunal de Contas do Estado (TCE) reprovou as contas de sua gestão na prefeitura do município. No entanto, por determinação do Supremo Tribunal Federal (STF), a Câmara Municipal é o órgão competente para julgar as contas de prefeito, uma vez que o parecer do tribunal de contas tem caráter meramente opinativo. Segundo o MP, o processo está parado desde 2014.”

A defesa de Lindbergh pediu ao TRE maior agilidade no caso, já que a demora para a regularização do registro da candidatura pode implicar prejuízo eleitoral para o senador. A defesa, no entanto, sublinha que não há nada que impeça o registro, pois todos os documentos e requisitos para a candidatura ser deferida foram apresentados.

CLICK POLÍTICA com informações de brasil247

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.