Agressor de Bolsonaro parece ser mais confuso que o processo eleitoral do país

0

A Polícia Militar de Minas Gerais identificou como sendo Adélio Bispo de Oliveira o agressor do presidenciável Jair Bolsonaro (PSL).

A princípio, o agressor já preso pela PF parece ser tão confuso [e violento] quanto o atual processo eleitoral no Brasil.

De acordo com informações preliminares, o homem que esfaqueou Bolsonaro foi filiado ao PSOL entre 2007 e 2014. Compartilhou mensagem de Cabo Daciolo (Patriota), também ex-psolista, e mostra-se oponente da maçonaria.

Portanto, Adélio Bispo é cria da cultura da violência e do ódio tão estimulados — inclusive pela mídia — contra adversários políticos.

CLICK POLÍTICA com informações de esmael morais

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.