Ferimentos a faca são subestimados mas podem matar mesmo sem sangue

0

“Ferimento a faca não é como nos filmes. Normalmente, o agressor enfia e tira a faca rapidamente, não crava ela no corpo da pessoa. E também não costuma ficar jorrando sangue para fora do corpo”, diz o médico Marco Felipe Ariette, cirurgião do aparelho digestivo do Hospital Militar em São Paulo e do Albert Einstein.

Ele falou a respeito das suspeitas que surgiram sobre a veracidade do ataque a Bolsonaro pela ausência de sangue. Apesar de muitas vezes parecerem pequenos, ferimentos com armas brancas podem ser extremamente sérios.

O cirurgião vascular Rafael Noronha Cavalcante, do Hospital Alemão Oswaldo Cruz, observa que “ferimentos à faca têm potencial lesivo menor que os provocados por armas de fogo, mas isso não quer dizer que eles sejam de baixo risco”.

CLICK POLÍTICA com informações de brasil247

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.