Para Gilmar, mídia tem parcela de culpa no ataque contra Bolsonaro

0

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes qualificou o ataque contra o presidenciável Jair Bolsonaro (PSL) como algo “lamentável, deplorável”. Para ele, a mídia tem sua parcela de culpa no “clima de conflagração política”.
Tenho dito que tem que haver uma certa prática de compreensão e tolerância, inclusive dos órgãos de mídia. Os órgãos de mídia são instrumentos que açulam. A mídia não foge à responsabilidade por esse tipo de situação”, afirmou.

“Acho que temos que combater a violência na política e contribuir para que haja uma disputa dentro de padrões civilizados”, ressaltou. Gilmar destacou, ainda, que já vem advertindo, por meio de sua conta no Twitter, sobre o atual clima político. “Esses dias citei um livro da Vera Lúcia Bogea, ‘Morte na República’, sobre o assassinato do senador Pinheiro Machado, em 1915. “Venho advertindo para esse clima de conflagração e esse estímulo leva a isso”, destacou Gilmar.

Bolsonaro foi ferido com uma facada no abdome durante um evento de campanha em Juiz de Fora (MG) na tarde desta quinta-feira (6). O agressor, Adélio Bispo Oliveira (40), foi preso em flagrante e disse que agiu sob o comando de “Deus” no momento do crime. Bolsonaro segue internado e seu estado de saúde e considerado estáve

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.