EXTREMISTAS PERDIDOS: Facada fez rejeição de Bolsonaro crescer mais quatro pontos

0

A rejeição ao deputado federal e candidato à Presidência Jair Bolsonaro (PSL) subiu de 39% para 43% em nova pesquisa divulgada nesta segunda-feira (10) pelo Datafolha. Foi o primeiro levantamento realizado após o presidenciável ser vítima de um ataque a faca durante um ato de campanha, em Juiz de Fora, na última quinta (6).

A margem de erro é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos. Esta também é a primeira pesquisa Datafolha divulgada após o início do horário eleitoral gratuito na televisão e no rádio. O levantamento foi realizado nesta segunda, com 2.804 eleitores de 197 municípios brasileiros. A pesquisa foi contratada Folha de S. Paulo e pela TV Globo.

Veja o índice de rejeição dos candidatos:

Jair Bolsonaro (PSL): 43%
Marina Silva (Rede): 29%
Geraldo Alckmin (PSDB): 24%
Fernando Haddad (PT): 22%
Ciro Gomes (PDT): 20%
Cabo Daciolo (Patriota): 19%
Vera (PSTU): 19%
Eymael (DC): 18%
Guilherme Boulos (PSOL): 17%
Henrique Meirelles (MDB): 17%
João Goulart Filho (PPL): 15%
João Amoêdo (Novo): 15%
Alvaro Dias (Pode): 14%
Rejeita todos/não votaria em nenhum: 5%
Votaria em qualquer um/não rejeita nenhum: 2%
Não sabe: 6%

Mesmo com o crescimento na rejeição, Bolsonaro mantém a liderança nas intenções de voto, com 24%. No último levantamento, divulgado em 22 de agosto, ele apareceu com 22%.

CLICK POLÍTICA com informações de UOL

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.