Em nota, delegados federais protestam contra fala de Mourão

0

A presidenta do Sindicato dos Delegados de Polícia Federal do Estado de São Paulo (SINDPF-SP), Tania Prado, em nota oficial, abriu fogo contra General Mourão (PRTB), vice na chapa de Jair Bolsonaro (PSL), por declarar que o Brasil precisa de uma nova Constituição enxuta, redigida por “notáveis não eleitos”, sem participação do povo.

A dirigente do SINDPF-SP disse que o candidato Jair Bolsonaro precisa emendar o plano de governo protocolado no TSE porque, segundo ela, “tudo o que o Brasil não precisa é de uma Constituição outorgada, imposta, como a de 1937″, disparou.

Além de pedir transparência à chapa Bolsonaro-Mourão, a delegada Tania Prada explicou que o Poder Legislativo é que tem a legitimidade de fazer as leis e as normas constitucionais, numa assembleia constituinte.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.