Fred, o primo de Aécio, adia depoimento sobre aeroporto de Cláudio

0

O depoimento de Frederico Pacheco de Medeiros, o Fred, marcado para ontem, foi transferido para a semana que vem a pedido de seu advogado. Fred, primo de Aécio Neves, foi intimado pela Promotoria do Patrimônio Público do Ministério Público de Minas Gerais para falar a respeito de um diálogo captado por uma escuta da Polícia Federal, feita em abril de 2017 — com autorização da justiça.

Na conversa com um interlocutor ainda não identificado, Fred diz que um segurança de Aécio Neves tinha a chave do aeroporto de Cláudio. Conforme a transcrição do grampo:

Um homem pergunta a Fred:

“Se o Duda tá descendo no avião, alguém vai abrir o portão para ele ou não?”

Frederico responde:

“Sim, já deve ter aberto. Ele já deve ter saído e já deve ter fechado.”

O interlocutor indaga:

“E quem é essa bênção de pessoa?”

Frederico, mais uma vez, responde:

“Deve ser o segurança de Aécio”.

“Ah, ele tem a chave?”, pergunta o interlocutor.

“Deve ter. Estou imaginando na condição de alguém ir lá abri-lo. Eu não sei nem se vai, mas deve. Passa lá na porta”, diz Frederico.

A posse da chave com um segurança de Aécio desmonta a farsa de que o acesso do aeroporto era feito pela prefeitura de Cláudio e reforça a suspeita de que a obra, feita na época em que Aécio era governador, atendia ao interesse público.

O aeroporto foi construído na propriedade de um tio dele e muito perto da fazenda do próprio Aécio.

CLICK POLÍTICA com informações de DCM

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.