Derrotada no STF, Dodge recorre para continuar sua perseguição contra Gleisi

0

Raquel Dodge recorreu de decisão da Segunda Turma do STF que invalidou provas obtidas em busca e apreensão no apartamento funcional de Gleisi Hoffmann, em junho de 2016.

A busca foi feita no âmbito da Operação Custo Brasil, desdobramento da Lava Jato em São Paulo, cujo alvo era Paulo Bernardo, marido da senadora, que recentemente foi inocentado.

No final de junho, a maioria da STF seguiu o voto do relator do caso –Dias Toffoli– e reconheceu a ilicitude de eventuais provas obtidas no apartamento.

Cega pelo PT, Dodge esperneia após derrota.

CLICK POLÍTICA com informações de Antagonista

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.