NÃO PROCEDE: Zanin explica informação de consultoria jurídica ao PT no TSE

0

O escritório de Cristiano Zanin e Valeska Teixeira, os advogados de Lula, negou ter recebido R$ 1,5 milhão do PT para trabalhar para a campanha presidencial, informa O Globo.

Segundo registro no TSE, o valor foi repassado a título de “consultoria jurídica referente a processo eleitoral”. O escritório diz que a informação será retificada.

Na segunda à noite, conta O Globo, a campanha petista afirmou que o escritório de Zanin prestou serviços para “atuação na Justiça Eleitoral para o PT e para a extinta candidatura do ex-presidente Lula”.

Continua depois da Publicidade

Agora, a campanha alega que o lançamento do valor foi “equivocado” e se refere a uma proposta de contrato que “não chegou a ser assinado”.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.