URGENTE! ONU julgará mérito de caso Lula em 2019 e ex-presidente deve ser inocentado

0

Em visita ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva nesta segunda-feira (17) em Curitiba (PR), o presidenciável do PT, Fernando Haddad, disse ao correligionário que a ONU deverá julgar, no primeiro semestre de 2019, o mérito do processo que o condenou a 12 anos de prisão.

“O presidente reiterou que não troca sua dignidade pela liberdade e tem convicção que as cortes superiores do Brasil e os fóruns internacionais vão atestar sua inocência”, disse Haddad à imprensa.

Segundo Haddad, Lula ficou satisfeito com o resultado da pesquisa CNT/MDA e disse que o ex-presidente já esperava por estes resultados. “Ele fez questão de dizer que as pesquisas são apenas o retrato do momento, mas não é o que deve mover nossa campanha. Teremos muito trabalho nas próximas três semanas”, afirmou.

Haddad contou que Lula pediu a continuidade do discurso de paz e harmonia para a reconstrução do País, com ênfase em políticas públicas voltadas para as camadas mais populares. “O foco de nosso programa de governo será trabalho e educação. São dois eixos propositivos da nossa campanha”.

O candidato do PT reafirmou que o ex-presidente será um grande conselheiro, pois trata-se de um interlocutor permanente de todos os dirigentes do partido. “Enquanto outros partidos escondem seus dirigentes, nós temos orgulho de tê-lo em nossos quadros”, disse.

O postulante amenizou uma polarização entre ele e o presidenciável Jair Bolsonaro (PSL) em um eventual segundo turno. “Caso existam dois projetos claramente definidos, será muito bom para o País, pois o eleitor poderá escolher o melhor. Não temos nenhuma dificuldade em confrontar ideias”, afirmou.

CLICK POLÍTICA com informações de brasil247

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.