DATAFOLHA: Dilma continua disparada em primeiro lugar, aponta Datafolha

0

Em Minas Gerais, Dilma Rousseff continua disparada em primeiro lugar para o senado, segundo o Datafolha. Ela tem 29% das intenções de voto, bem distante de seus concorrentes diretos, Carlos Viana (PHS, com 14%), Rodrigo Pacheco (DEM, com 13%) e Dinis Pinheiro (SD, com 10%). Na briga pelo governo, o tucano Anastasia chegou a 33% e o petista Fernando Pimentel atingiu 23%. Em terceiro lugar está o candidato do Novo, Romeu Zema, que oscilou de 5% para 7%.

A reportagem de Carolina Linhares para o jornal Folha de S. Paulo ainda mostra João Batista dos Mares Guia (Rede) chegou a 3%, Adalclever Lopes (MDB) bateu 3% e Dirlene Marques (PSOL) apresentou 2%. Jordano Metalúrgico (PSTU) e Claudiney Dulim (Avante) não tiveram pontuação relevante.

Um dado preocupante para os líderes do pleito é que “o Datafolha constatou que 74% dos eleitores não sabem ou erraram o número de Anastasia. Para Pimentel, o índice é de 72%. Para 47% dos eleitores do tucano e para 60% dos eleitores do petista, o voto ainda pode mudar”.

Na disputa pelo senado, além da liderança de Dilma e do segundo petotão, há ainda Rodrigo Paiva (Novo) com 7%, Fábio Cherem (PDT) com 7%, Coronel Lacerda (PPL) com 6%, Miguel Correa (PT) com 6%, Professor Túlio Lopes (PCB) com 5%, Bidpo Damasceno (PPL) com 5%, Vanessa Portugal (PSTU) com 5%, Kaká Menezes (Rede) com 2%, Adson André (Avante) com 1%, Duda Salabert (PSOL) com 1%.

A pesquisa apontou ainda que Pimentel se aproxima de Anastasia entre os eleitores de até 24 anos —32% contra 30%. A diferença entre os dois se amplia para 13 pontos entre os eleitores de 45 a 59 anos e vai a 20 pontos entre os que têm mais de 60 anos.

“Entre os eleitores com ensino superior a diferença alcança 16 pontos (36% a 20%), enquanto é de 9 pontos entre os eleitores com ensino fundamental (32% a 23%).

A maior disparidade entre o tucano e o petista ocorre entre os eleitores com mais de dez salários mínimos: Anastasia tem 52% das intenções de voto e Pimentel, 17%.”

CLICK POLÍTICA com informações de brasil247

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.