“É impossível que a eleição termine no 1º turno. Candidato precisaria ter 40% ou mais”, diz cientista político

0

O cientista político Alberto Carlos Almeida, sócio-diretor da Brasilis, que divulgou pesquisa dos presidenciáveis nesta quinta, escreveu no Twitter:

É impossível que a eleição termine no primeiro turno. Para que isso ocorresse um candidato precisaria ter 40% ou mais nas pesquisas e 20% de nulos, brancos, e sem candidato. Estamos longe disso, muito longe. Quem espalhou isso não sabe calcular os votos validos. Quem será?

CLICK POLÍTICA com informações de dcm

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.