VERGONHA BRASIL! Palocci receberá 45 milhões de reais por conta de delação contra Lula

0

Ter atacado o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, a presidente deposta Dilma Rousseff e outros dirigentes do PT próximo das eleições se revelou um lucrativo negócio para o ex-ministro Antônio Palocci.

Sua delação premiada firmada com a Polícia Federal em março deste ano teve o sigilo quebrado pelo juiz Sérgio Moro nesta segunda-feira, 1, seis antes das eleições presidenciais. Pelo acordo, o ex-ministro teve redução de dois terços da pena e terá que pagar multa de R$ 35 milhões.

A delação de Palocci está inserida nos autos de uma das ações penais da Operação Lava Jato contra Lula – em que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva é réu por corrupção passiva e lavagem de dinheiro na compra de um apartamento em São Bernardo do Campo e de um terreno supostamente destinado ao Instituto Lula.

Continua depois da Publicidade

Até junho deste ano, a operação Lava Jato havia encontrado um patrimônio de pelo menos R$ 80 milhões atribuídos a Palocci. São imóveis, carros e investimentos em nome do ex-ministro, de sua empresa Projeto Consultoria Empresarial Ltda e de duas filhas, como mostra reportagem do jornalista Ricardo Brandt.

Condenado por corrupção e lavagem de dinheiro, Palocci está preso preventivamente desde agosto de 2016. Em abril de 2017 o ministro Luiz Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal, negou um pedido de HC monocraticamente. Houve agravo regimental da defesa para que a 2ª Turma julgasse o caso, mas Fachin decidiu levar o processo diretamente ao Plenário, onde o ex-ministro também teve o pedido indeferido por maioria de votos.

CLICK POLÍTICA com informações de brasil247

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.