Campanha de Bolsonaro está sendo alavancada por Fake News das mais sórdidas

0

Com uma sórdida campanha de notícias falsas em grupos de whatsapp, tolerada pela Justiça Eleitoral, o extremista Jair Bolsonaro cresceu e foi a 35%, segundo a mais recente pesquisa Datafolha, divulgada nesta noite. Tal percentual representa 39% dos votos totais – o que não garante uma vitória em primeiro turno. Na disputa, o petista Fernando Haddad se mantém em segundo lugar, com 22% dos votos válidos – e 25% dos votos totais. No segundo turno, o instituto aponta empate técnico entre os dois, com leve vantagem para Bolsonaro.

PUBLICIDADE

“O presidenciável Jair Bolsonaro (PSL) ampliou sua vantagem sobre os concorrentes na disputa pelo Palácio do Planalto, aponta pesquisa do Datafolha. Ele tem agora 39% dos votos válidos, que excluem brancos, nulos e indecisos, estando a 11 pontos percentuais do patamar para a vitória no primeiro turno, faltando três dias para o primeiro turno da eleição. O petista Fernando Haddad manteve-se estável na segunda posição isolada, com 25% dos votos válidos. Ele está empatado com Bolsonaro na simulação de segundo turno”, aponta reportagem da Folha.

Continua depois da Publicidade

Nos votos totais, os resultados foram os seguintes:

Jair Bolsonaro (PSL) tinha 32% e foi para 35%; Fernando Haddad (PT) tinha 21% e foi para 22%; Ciro Gomes (PDT) manteve os 11%; Geraldo Alckmin (PSDB) tinha 9% e foi para 8%; Marina Silva (Rede) manteve 4%. João Amoêdo (Novo) manteve os 3%; Alvaro Dias (Podemos) e Henrique Meirelles (MDB) mantiveram 2%; Cabo Daciolo (Patriota) tinha 2% e foi para 1%; Guilherme Boulos (PSOL), Vera Lúcia (PSTU), João Goulart Filho (PPL) e Eymael (DC) mantiveram 0%. Votos brancos e nulos chegam 6% e indecisos somam 5%.

Simulações de segundo turno:

Bolsonaro 44% x 43% Haddad (branco/nulo: 10%; não sabe: 2%)
Ciro 48% x 42% Bolsonaro (branco/nulo: 9%; não sabe: 2%)
Alckmin 43% x 42% Bolsonaro (branco/nulo: 13%; não sabe: 2%)
Alckmin 42% x 38% Haddad (branco/nulo: 17%; não sabe: 3%)

A pesquisa Datafolha ouviu 10.930 eleitores em 389 municípios entre os dias 3 e 4 de outubro. A margem de erro é de 2 pontos percentuais para mais ou para menos.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.