QUEM DIRIA: Miriam Leitão elogia Boulos e critica TSE por permitir entrevista de Bolsonaro na Record

0

Diz Miriam Leitão:

“A grande defesa da democracia foi feita por Guilherme Boulos. Em discurso apaixonado, falando com Haddad, lembrou que hoje se vota porque pessoas lutaram pela democracia no passado. É bom lembrar disso para que não se esqueça. Essa parte da história está sendo esquecida, principalmente pela campanha que faz o líder das pesquisas. Bolsonaro a todo o tempo trata a ditadura como se aquele tempo tivesse sido um passeio, como se as vítimas que sofreram na ditadura fossem as erradas.

Apesar de tudo, as críticas a ele foram muito menos intensas do que deveriam. O líder das pesquisas, em qualquer campanha, é o que mais sofre ataques. Bolsonaro não estava presente, de certa forma se poupou. Mas ocupou, no mesmo horário, a programação de uma emissora, que não abriu espaço semelhante para outros candidatos. A Justiça Eleitoral deveria olhar para isso. Na campanha, uma TV só pode fazer a entrevista com um concorrente se fizer com os outros. É o que diz a lei, que não está sendo observada.”

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.