Cabo Daciolo vota, ajuda cadeirante e critica bancada evangélica, “Acumulam tesouros”

0

O candidato do Patriota disse ainda que acredita na vitória. “Eu já me sinto um grande vitorioso, só de poder de falar do Pai, de Jesus Cristo, não como religião. Venho repetir aqui: minha maior decepção no Congresso Nacional foi com a própria bancada evangélica. Falam de Jesus da boca pra fora. Estão acumulando tesouro pra eles, enquanto o povo está morrendo e sofrendo. Eu acredito que vamos ganhar esta eleição no primeiro turno, com 51% dos votos”, afirmou Cabo Daciolo.

O candidato demorou apenas um minuto para registrar seus votos. Ele vai esperar o resultado das eleições no monte, retornando para a sua casa, também no Recreio dos Bandeirantes, na segunda-feira (8). Na última pesquisa de intenção de votos do instituto Datafolha, divulgada neste sábado (6), Daciolo apareceu com 1% das intenções de voto.

Atualmente, cabo Daciolo ocupa uma das vagas da Câmara dos Deputados em Brasília. Ele ficou conhecido ao liderar a greve dos bombeiros do estado do Rio de Janeiro em 2011. Estreante na corrida eleitoral, o candidato passou a ter nome mais divulgado entre os eleitores ao comparecer aos debates com gritos de “Glória a Deus” e “nação brasileira”, além de se referir aos demais candidatos como a um grupo de “amiguinhos”.

Continua depois da Publicidade

No mês passado, o candidato chegou a profetizar sua vitória nas urnas. “Vou vencer no primeiro turno com 51% dos votos, pela glória de Deus”, disse o candidato.

Daciolo também chegou a roubar a cena em outros momentos da corrida eleitoral. Enquanto os demais presidenciáveis enfrentaram dias de campanha pelo país, o candidato do Patriota se isolou em montes no estado para orar.

No primeiro dia de campanha, o candidato foi até o Monte das Oliveiras, em Campo Grande, zona oeste da cidade, onde permaneceu por mais de 20 dias. No local, após uma hora e meia de caminhada entre trilhas, chegou a receber a imprensa e colegas do Corpo de Bombeiros do RJ.

CLICK POLÍTICA com informações de UOL

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.