Votos de Alckmin vão para Haddad no segundo turno, revela Datafolha

0

O número é quase uma provocação: 45% dos eleitores do tucano Geraldo Alckmin votaria no petista Fernando Haddad (PT) em um eventual segundo turno contra Jair Bolsonaro (PSL), mostra a última pesquisa Datafolha. Os que preferem Bolsonaro nessa situação são 32%. Os outros 22% afirmam que anulariam ou votariam em branco (2% não sabem ou não quiseram responder).

A reportagem do jornal Folha de S. Paulo explica: “Alckmin, que está em quarto lugar na pesquisa com 8% dos votos válidos (conta que exclui brancos, nulos e indecisos), fez campanha contra os dois candidatos em seus programas de rádio e TV, afirmando que ambos são candidatos que representam extremos”.

Na esteira da debandada que tomou conta da campanha do tucano, o jornal destaca: “parte de seus aliados, incluindo o candidato ao governo de São Paulo João Doria (PSDB), tem se aproximado do eleitorado de Bolsonaro e sinalizado apoio no segundo turno ao capitão reformado”.

Os números da pesquisa Datafolha, no entanto, não deixam dúvidas “a rejeição a Bolsonaro em relação a Haddad também é maior nos eleitores de Alckmin. Entre os entrevistados que votam no tucano, 57% disseram que não votaria de jeito nenhum em Bolsonaro neste domingo, dia da eleição”.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.