NO JORNAL NACIONAL: Bolsonaro se “enrola” e Haddad mostra equilíbrio em entrevistas na Globo

0

Os candidatos a presidente Fernando Haddad (PT) e Jair Bolsonaro (PSL) foram entrevistados ao vivo nesta segunda-feira (8) no Jornal Nacional da Rede Globo de TV.

Haddad foi sorteado para ser o primeiro e iniciou saudando os eleitores e agradecendo a votação. Ela afirmou que durante a campanha do segundo turno serão confrontados dois projetos. “Nós estamos do lado da social democracia e do estado de bem estar social.” Afirmou.

As prioridades serão emprego e educação. “Defendemos a democracia com espírito desarmado e desenvolvimento social para todos”, completou Haddad.

Continua depois da Publicidade

Haddad afirmou que as reformas listadas em seu programa serão apresentadas através de emendas constitucionais. Uma das reformas será a tributária, para diminuir os impostos pagos pelos trabalhadores. Outra reforma será a bancária, para reduzir os juros e aumentar os investimentos. A terceira reforma será o fim do congelamento de gastos.

Sobre declarações de José Dirceu a um jornal espanhol, Haddad afirmou que Dirceu não fala pela sua candidatura e não participará de seu possível mandato.

Em seguida, Bolsonaro foi entrevistado. Questionado sobre as afirmações autoritárias de seu vice, o candidato do PSL desautorizou o general Mourão como interlocutor de sua campanha.

Nitidamente nervoso, Bolsonaro buscou agradar setores do eleitorado, como os evangélicos e os nordestinos. Mas mostrou pouca segurança em suas propostas e no apreço pela democracia.

CLICK POLÍTICA com informações de esmael morais

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.