DESASTRE TEMER: Extrema pobreza aumenta em 25 estados

0

A pobreza extrema, que atinge as famílias com renda per capita inferior a R$ 85 por mês, cresceu em 25 das 27 unidades da Federação entre 2014 e 2017, quando o Brasil viveu a mais longa recessão da história. Levantamento feito pela consultoria Tendências mostra que a região onde a miséria mais cresceu foi o Nordeste, com piora significativa na Bahia, Piauí e Sergipe – o Estado de maior pobreza continua sendo o Maranhão.

Na Região Norte, o Acre chamou atenção pela rápida piora nos últimos quatro anos. Nove Estados atingiram nível recorde de pobreza extrema no ano passado. Na média nacional, o percentual de famílias vivendo nessa condição saltou de 3,2% em 2014 para 4,8% do total em 2017, o pior resultado em sete anos.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.