Ministério da Fazenda será ocupado por nome da produção, não por banqueiro, diz Haddad

0

O candidato do PT à Presidência, Fernando Haddad, disse nesta terça-feira que o Ministério da Fazenda de seu eventual governo será comandado por um nome “ligado à produção” e não por um banqueiro e garantiu que escolherá para o cargo um perfil “completamente diferente” do economista Paulo Guedes, principal assessor econômico de seu adversário na disputa pelo Palácio do Planalto, Jair Bolsonaro (PSL).

Em entrevista à Rádio Guaíba, Haddad afirmou que o nome a ser escolhido para comandar a economia pode ser um empresário ou um economista ligado ao setor produtivo.

“O que eu posso te dizer é que não será um banqueiro”, disse Haddad quando indagado sobre seu futuro ministro da Fazenda.

“O Paulo Guedes eu jamais consideraria, porque ele tem vínculos com o mercado financeiro, ele tem o apoio do mercado financeiro, só pensa em taxa de juro, ganhar dinheiro fácil e, para mim, eu pensaria num perfil completamente diferente, alguém ligado à produção, não aos bancos”, disse o petista.

“Paulo Guedes é ligado aos bancos, eu respeito, é um posicionamento, mas no meu governo banqueiro não vai assumir o Ministério da Fazenda.”

(…)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.