Os 46% que rejeitam Bolsonaro podem dar vitória a Haddad

0

Diz o Colunista Alex Solnik

“Bolsonaro está muito longe de ser uma unanimidade nacional, apesar da onda fascista que varre o país. Há quem o ame e há quem o odeie. Embora ele tenha obtido 46% dos votos no primeiro turno, pesquisas apontam que outros 46% não votam nele de jeito algum”.

Acrescentando que “a palavra não é o forte nem de seus dois grandes ídolos – Hitler e Trump – nem do próprio Bolsonaro, que mente sem parar o tempo todo sobre o presente, o passado e o futuro, desde que seja conveniente para apoiar suas teses do tempo das cavernas, de preferência escondido no whatsapp”

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.