Marina veta apoio a Bolsonaro e sinaliza voto em Haddad no 2° turno

0

A Rede Sustentabilidade, partido da ex-senadora Marina Silva deverá aprovar resolução liberando os filiados para votar no candidato da frente democrática, Fernando Haddad ou nulo, e proibindo o voto no candidato da extrema-direita, Jair Bolsonaro.

Em uma reunião nesta quarta-feira na casa do senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), com a presença de Marina e parte dos senadores eleitos, a maioria apoiou uma resolução com crítica contundente aos dois candidatos, mas encerrando com a seguinte determinação: “Nenhum voto em Bolsonaro”. A posição da Rede é similar ao apoio crítico do PDT a Fernando Haddad.

“Como partido, nós temos obrigação, por princípio, de defender as populações indígenas, os vulnerabilizados, as minorias e o meio ambiente do que representa o Bolsonaro”, defendeu Marina na reunião prévia.

Continua depois da Publicidade

CLICK POLÍTICA com informações de brasil247

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.