FIM DA FARSA: Mesmo com liberação médica, Bolsonaro deve não ir a debates contra Haddad

0

O candidato do PSL à Presidência, Jair Bolsonaro , admitiu nesta quinta-feira a possibilidade de não comparecer aos debates no segundo turno por questões de estratégia política, mesmo que seja liberado pelos médicos para participar. Adversário do capitão da reserva, Fernando Haddad (PT) tem cobrado a participação de Bolsonaro nos encontros, mas a equipe médica desaconselhou a presença no último debate do primeiro turno, na TV Globo, e no encontro que estava previsto para esta quinta-feira, na TV Bandeirantes.

“Existe a possibilidade sim, por estratégia. Estou vendo o Haddad desafiando agora: “quero que você diga o que fez em 28 anos no parlamento”. Eu responderia para ele: “Não roubei ninguém, Haddad” — disse Bolsonaro.

Inicialmente, a campanha de Bolsonaro trabalhava com a possibilidade de ele ir a dois encontros no segundo turno: os organizados pela Record e pela Globo .

Continua depois da Publicidade

(…)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.